Ordenado por ordem alfabética

BAUTISTA, A. G. A; L., MOUTINHO, L. C. (CLLC, UA) – Aspetos da geoprosódia no planalto mirandês, in MOUTINHO, L.C. e Madureira, S. (eds.). A prosódia das línguas românicas. Número temático da Revista Intercâmbio (ISSN 1806-275x) Revista Intercâmbio (ISSN 1806-275x).

BAUTISTA, A. G. A – A palatalização de l- inicial latino em mirandês. XXXVII Xornaes Internacionales d´Estudio. Academia de la Llingua Asturiana Oviedo, Espanha.

BAUTISTA, A. G. A literatura mirandesa: de Flores Mirandesas a LʼEiternidade de las Yerbas. (conferência planaria). Xornaes de Estudio Internacional. Academia de la Llingua Asturiana, Facultad de Filología da Universidad de Oviedo.

COIMBRA R. L., MOUTINHO, L. C. “Presença de galicismos em nomes de empresas em Portugal”. Congresso Alemão de Lusitanistas, Mainz.

COIMBRA, R. L., MOUTINHO, L. de C. Italianismos em nomes de empresas em Portugual. Comunicação integrada no «Congresso Internacional ‘Culturas e Literaturas em Diálogo: identidades em movimento’», organizado pela Università Degli Studi di Perugia – Dipartimento di Letteree Civiltà Antiche e Moderne – Centro Studi Comparati Italo-Luso-Brasiliani, na Universidade de Perugia .

MOUTINHO, L.C. & COIMBRA, R.L – “Um estudo geoprosódico em quatro falares transmontanos”. RUA-L, número temático.

MOUTINHO L. C., COIMBRA R.L.  “Sociolinguística urbana. Um estudo de caso na cidade do Porto”. IV Congresso Internacional Pelos Mares da Língua Portuguesa.

MOUTINHO L. C., COIMBRA R.L. “A prosódia no português continental e no arquipélago dos Açores”. Congresso Alemão de Lusitanistas, Mainz.

REBELO, H.  À Propos de la Prosodie des Îles de l’Archipel de Madère: Résultats d’un Test”, participação no Congrès International de Dialectologie et de Sociolinguistique (CIDS 2016), Variations, phraséologie et ressources, na Université Paris Sorbonne, em França, de 07 a 09-09-2016. http://geolinterm.com.br/cids2016/wp-content/uploads/2016/09/14.09.16-Nouvelle-version-du-programme-CIDS-2016.pdf

REBELO, H. As Saloias do Espírito Santo no Arquipélago da Madeira: Manifestação de um Património Cultural e Linguístico, participação no Congresso Internacional do Espírito Santo (CIES) Génese, Evolução e Atualidade da Utopia da Fraternidade Universal, Coimbra, 16 e 17-06-2016/ Lisboa, Fundação Calouste Gulbenkian, 14 e 15-09-2016/ Alenquer, 16, 17 e 18-09-2016, no painel temático “Evolução e expressões modernas das Festas Paracletianas”. https://www.uab.pt/c/document_library/get_file?uuid=d4c88861-2504-487d-9b49-1f0712d5dcaf&groupId=10136

REBELO, H.,  Usos Linguísticos Contemporâneos: Novos Lexemas? Resultados de um Inquérito”, participação no XII Congreso Internacional de Lingüística General (CILG2016), na Universidade de Alcalá de Henares, em Espanha, de 23 a 25-05-2016. http://cilg2016.org/descargas/files/Libro_Resumenes/XII_Congreso_Internacional_de_Linguistica_General_Libro_web.pdf

REBELO, H.,  “Contributo da Linguística para uma Visão Moderna do Fenómeno Linguístico Madeirense: Das Impressões sobre o Linguajar Insular ao seu Estudo Científico, I Colóquio Internacional Insula Discursos Periféricos da(S) Modernidade(S) Funchal | CIERL-UMa.

REBELO, H.,  “O Vocabulário É Património Linguístico e Cultural: O Caso das Saloias Madeirenses”, XII Congresso da Associação Internacional de Lusitanistas, em Macau (China), no Instituto Politécnico de Macau (IPM), de 24-08-2017 e 28-07-2017.

SALEMA, L. F. P. “Línguas em contacto: alguns contributos do português para a pronúncia do judeu-espanhol dos sefarditas de Tessalónica”. Comunicação integrada no «Congresso Internacional ‘Culturas e Literaturas em Diálogo: identidades em movimento’», organizado pela Università Degli Studi di Perugia – Dipartimento di Letteree Civiltà Antiche e Moderne – Centro Studi Comparati Italo-Luso-Brasiliani, na Universidade de Perugia (maio de 2016).